Após novo pedido de prisão, empresário acusado de estupro em Mossoró está foragido pela 2ª vez

O Tribunal de Justiça do Estado decidiu por decretar a prisão preventiva do empresário Zenilson Menezes da Silva, de 36 anos, acusado de ter violentado brutalmente uma adolescente de 16 anos, em sua Churrascaria (Fogo e Brasa) e em seu apartamento no dia 19 de maio passado.

A decisão foi tomada no final da manhã desta terça-feira, 31, em Natal, atendendo pleito do Ministério Público Estadual, que já dispõe, em mães, das provas técnicas e materiais do crime apuradas durante a investigação da delegada Cristiane Magalhães, da Delegacia da Mulher.

No desenrolar dos fatos, Zenilson Menezes, após o crime, fugiu do distrito da culpa, tendo ele ficado nesta condição até que o Tribunal de Justiça do Estado, numa decisão no plantão judiciário, derrubou o decreto de prisão preventiva emitido pelo juiz de primeira instância.

A Polícia Civil está solicitando ajuda à população para que se tiver informações do paradeiro de Zenilson da Silva Menezes pode ligar para os números:  3315-3536, 98135-6111 ou 190. O anonimato é garantido.

Fonte BLOG PASSANDO NA HORA.

Leave a Comment

treze − 8 =