Categoria: PAUSA NA MONOTONIA

CORES E SEUS SIGNIFICADOS PARA O REVEILLON 2016

Há quem acredite que as cores têm um poder de trazer aquilo que elas representam e não precisa ser supersticioso para acreditar que as cores são grandes influências na passagem do ano. Confira algumas cores e significados para o réveillon 2016. As cores têm muito a dizer e não custa nada escolher uma cor que remete ao que estamos esperando para o ano novo que virá.

cores-roupas

A cor mais usada no reveillon sem dúvidas é o BRANCO que está ligado a simbologia da paz, das boas energias, sabedoria e calma, além de ser considerada a cor que espanta energias negativas e estimula o equilíbrio interior.

A segunda cor mais usada é o amarelo que lembra o dinheiro, a riqueza. É uma cor que remete também a criatividade e ao otimismo. Várias pessoas usam o amarelo para que o ano que se inicia, seja ainda mais próspero do que o ano que termina.

A cor prata que é muito usada pelas mulheres, é uma cor que também está relaciona com o equilíbrio. Para quem busca sucesso, opte pela cor laranja que é uma cor que remete-se a conquistas pessoais e profissionais. Já o azul, é relacionado a bondade, tranquilidade, segurança e prudência.

O roxo ou violeta é a cor da inspiração, da estabilidade, imaginação e auto estima. Não podemos esquecer o verde, que simboliza boas energias, energias vindas da natureza, um novo recomeço, equilíbrio. A cor rosa é uma das cores mais “doces”, é para quem está em busca de um amor, de um compromisso sério, ela remete-se ao amor, a ternura e a felicidade. Já o marrom é uma cor que está ligada com a responsabilidade, a solidez e a confiança.

Não podemos nos esquecer do vermelho que é muito comum de ser usado, principalmente nas cores das lingeries de mulheres que buscam um amor. O vermelho é a cor da paixão, é uma cor quente que também está relacionada com a energia e com o dinamismo. E temos também o preto que muitas pessoas dizem que dá azar e outras porém adoram usar o preto na passagem do ano por estar relacionado a independência, a decisão e a estabilidade. Também pode ser considerada uma cor da elegância e do conhecimento.

reveillon-cor-m-schuffer-1

 

ESCOLHENDO A COR QUE MAIS COMBINA COM A PASSAGEM DO ANO 

Para escolher a cor ideal para a passagem do ano, pare e pense no que mais deseja para o ano que vem. Reflita sobre a sua vida, pense no ano que passou e descubra a sua maior necessidade. Escolha a cor que se encaixa com a sua necessidade. Você poderá misturar mais de uma cor em seu look e poderá usá-las até nas peças intimas. As cores podem sim trazer aquilo que remetem, se acreditarmos, ela por si só não tem o poder do seu significado, mas para quem acredita, pode conquistar.

Mossoró: Câmara Cultural acontece na sexta-feira, dia 18

A Câmara Municipal de Mossoró realiza mais uma edição do projeto Câmara Cultural nessa sexta-feira, 18, às 18h, na Praça Vigário Antônio Joaquim.

Com o tema “Inclusão: Ser Diferente é Normal!”, o projeto terá em sua programação a entrega do Troféu Gonzaga Chimbinho a Benômia Rebouças, Haroldo Jácome (Radialista) e Joãozinho GPS (Radialista), além de muita música, dança, literatura e feira de artesanato.

A Coordenadora do Fórum das Mulheres com Deficiência, Benômia Rebouças, enfatiza que é uma oportunidade para que os artistas deficientes possam mostrar suas artes e talentos para um grande público. “É necessário que as pessoas conheçam um pouco mais sobre a diversidade e a complexidade dos diferentes tipos de deficiência física. Trazê-los para um palco, dá visibilidade ao artista e a este assunto que precisa ser discutido. A condição de igualdade social nem sempre está presente no cotidiano do deficiente físico, mesmo tendo seus direitos garantidos pela legislação.”

PROGRAMAÇÃO:

Música: Clédina e Gute do Prado, Binho do Prado, Zé Luiz, Thiago Fragoso, Francisco Morais, Fabiano Show, Airton Cilon, Coral de Surdos (Mãos em Sintonia).

Dança: Maria Estela e Filipe Granja, Cia. Arte sem Limites e Yascara Sâmara (dança do ventre)

Literatura: Literatura por Martha Cristina (escritora e poetisa)

Artesanato: Janilde Falcão

deficiente

RN tem alto índice de deficiência

O Rio Grande do Norte é um dos Estados brasileiros com o maior índice de pessoas com um ou mais tipos de deficiência (visual, motora, auditiva e/ou mental/intelectual). No total, são 882.022 potiguares portadores de pelo menos um destes problemas. O índice corresponde a 27,8% do total da população e é o mesmo da Paraíba, conforme dados do Censo 2010. Além do percentual relacionado ao número de pessoas com algum tipo de deficiência, o órgão federal divulgou números que dizem respeito à imigração, nupcialidade (casamentos, divórcios, relações estáveis), fecundidade (número de filhos por família) e mortalidade infantil, educação, trabalho, rendimento, deslocamento e domicílios. A maioria deles apresentou significativa melhoria quando comparados com os percentuais obtidos no Censo Demográfico do ano 2000. A deficiência visual foi a mais frequente, atingindo 35,8 milhões. (Fonte: www.tribunadonorte.com.br)