Categoria: POLITICANDO

Hospital Regional de Pau dos Ferros ganha novos leitos de UTI e serviço de ortopedia

O Alto Oeste potiguar acaba de ganhar duas importantes obras na área da saúde, executadas pelo Governo do Estado. Nesta sexta-feira (8), o governador Robinson Faria esteve no Hospital Regional Doutor Cleodon Carlos de Andrade, em Pau dos Ferros, para entregar novos leitos de Unidade de Terapia Intensiva Adulto (UTI) e inaugurar de forma simbólica o serviço de ortopedia da unidade.

O hospital recebeu uma UTI totalmente renovada, com capacidade ampliada de seis para dez leitos. O investimento na obra foi de R$ 850 mil com recursos do tesouro estadual. O valor também incluiu uma reforma estrutural e a compra de novos equipamentos.

“A Saúde no Rio Grande do Norte avançou em mais uma etapa. Estamos entregando dois grandes serviços para o setor, beneficiando não apenas a população de Pau dos Ferros, mas toda a região. Nosso investimento vai dar agilidade ao atendimento e diminuir ou até cessar o deslocamento para outras unidades”, destacou o governador.

“Quando assumi o compromisso de administrar o hospital, recebemos uma UTI em funcionamento precário do ponto de vista da estrutura física e equipamentos. E hoje com a reforma, ampliação e equipamentos, estamos recebendo uma UTI estruturada e com capacidade para dez pacientes”, comemorou a diretora do estabelecimento de saúde, Márcia Holanda.

O serviço de trauma-ortopedia já estava em funcionamento desde abril deste ano e foi entregue hoje de forma simbólica. Dois ortopedistas se revezam em um plantão para cirurgias de urgência, emergência e eletivas. De abril a junho já foram realizadas 164 cirurgias, sendo 101 cirurgias de caráter de urgências e 63 eletivas.

Robinson complementou lembrando que a implantação da ortopedia no Hospital Regional de Pau dos Ferros elimina em 100% as transferências de pacientes para Mossoró, por exemplo. “Vamos desafogar o atendimento em outros hospitais de referência, como também evitar comprometer ainda mais a saúde do paciente”, disse.

O secretário de Estado da Saúde Pública, Pedro Cavalcanti, ressaltou que os serviços entregues hoje, somados aos que estão em andamento, tornam a unidade um modelo para o setor. “Esse hospital vai ficar pleno. Vai ser uma unidade com capacidade para fazer cirurgias de baixa, média e alta complexidade. Por isso que eu digo que ele será pleno. E podemos dizer que esse será o hospital regional modelo para que possamos replicar em outras cidades com unidades de referência”, afirmou. O titular da Sesap também destacou que o hospital deve receber ainda este ano um arco cirúrgico e também um equipamento de hemodiálise aguda.

Obras em andamento no Hospital Regional

Outras duas obras seguem em fase de execução no Hospital Regional de Pau dos Ferros: a reforma e ampliação do setor de Urgência e Emergência da unidade e a construção do Banco de Leite Humano (BLH) do hospital.

A ampliação da porta de entrada de urgências tem o investimento total de R$ 7 milhões, sendo R$ 3 milhões para obra e os outros R$ 4 milhões para estruturação e compra de equipamentos. Os recursos são do Governo Cidadão por meio do empréstimo junto ao Banco Mundial.

A obra já alcançou 56% de execução e tem previsão de entrega para agosto deste ano. A unidade vai atender a população de 37 cidades da região, o que reflete no atendimento de aproximadamente 300 mil pessoas.

Já o investimento na construção do Banco de Leite chega a R$ 2 milhões, também com recursos do Governo Cidadão. A obra vai oferecer ações de promoção, proteção e apoio ao aleitamento materno, além de fomentar atividades de coleta da produção lática da nutriz (ama-de-leite), bem como a classificação, processamento, controle de qualidade e distribuição.

A previsão de conclusão da obra é setembro deste ano e os equipamentos já estão em fase de licitação. Serão adquiridos cerca de 35 equipamentos, como cadeiras de rodas, caixas isotérmicas, balanças, berços, dentre outros.

O Hospital Regional de Pau dos Ferros possui atualmente capacidade de 94 leitos, sendo 20 deles ampliados na atual gestão, distribuídos nas diversas clínicas, centro cirúrgico, centro obstétrico, salas de cirurgia e de parto.

A unidade também conta com laboratório de análises clínicas, serviço de radiologia com Raio X Móvel e em fase de aquisição de um aparelho fixo, bem como um tomógrafo e um aparelho de ultrassonografia com doppler.

Governo garante moradias

O Governo garantiu ainda a diminuição do déficit habitacional de 17 cidades do Alto Oeste Potiguar com a assinatura, hoje em Pau dos Ferros, do Termo de Cooperação Técnica dos Programas habitacionais do Estado junto aos municípios de Venha-Ver, Serrinha dos Pintos, Francisco Dantas, Tenente Ananias, Taboleiro Grande, São Miguel, Severiano Melo, São Francisco do Oeste, Portalegre, Rodolfo Fernandes, Paraná, Olho D’Água dos Borges, Marcelino Vieira, Encanto, Doutor Severiano, Coronel João Pessoa e Alexandria.

Com investimento de quase R$ 50 milhões, recursos federais e estaduais, esses municípios foram contemplados com o Programa Moradia Cidadã e receberão, ao todo, 540 moradias, mais de 2.700 unidades de Cartões-Reforma e cerca de 1.600 títulos de terra que receberão a regularização fundiária até o final deste ano.

O Moradia Cidadã é um programa voltado para construção de moradias de qualidade e com preços diferenciados para servidores públicos e população em geral. A iniciativa possui cinco vertentes: Moradia Cidadã Municípios, Moradia Cidadã Servidor, Moradia Cidadã Segurança, Moradia Cidadã Rural (em fase de implantação) e Cartão-Reforma Moradia Cidadã.

 

A agenda foi acompanhada pelo deputado estadual Galeno Torquato, pelo presidente do Tribunal de Justiça do RN, desembargador Expedito Ferreira, pelo secretário de Estado da Saúde Pública, Pedro Cavalcanti, e pelos diretores João Ronaldo (Cehab) e Marcos Brandão (ITEP), além de prefeitos e vereadores da região.

Fotos: Rayane Mainara

Câmara de Natal discute implantação do Plano Municipal do Livro, Leitura e Bibliotecas

A Câmara Municipal de Natal de Natal, por meio da Frente Parlamentar da Frente Municipal em Defesa do Livro e Leitura, fez um debate para avaliar a implantação do Plano Municipal da área, que está em vigor desde dezembro do ano passado.

A vereadora Eleika Bezerra (PSL), coordenadora da Frente, avaliou positivamente a reunião da frente exatamente por ela acontecer meses após a implantação do Plano. Ela adiantou que a Frente criou um grupo de trabalho para garantir exatamente a colocação em prática.

“A Frente estava um pouco adormecida, mas agora voltamos com tudo. Foi um momento para retomarmos para acompanhar o Plano Municipal para que ele seja realmente executado, para que não seja mais um plano que fica apenas no papel. Para isso, vamos ficar vigilantes”, avisou.

  

O consultor Aluísio Azevedo, integrante do grupo de trabalho que elaborou o Plano e integrante da Fundação Capitania das Artes (Funcart), trabalhou 60 dias nos processos de escrita e de revisão do projeto. Ele avaliou positivamente o encontro, porque permitiu o debate sobre a Comissão Municipal de Leitura e do Livro, que é o órgão que vai fiscalizar a aplicação da lei.

“O importante de hoje foi que demos o passo inicial para o plano que foi a sua institucionalização, ou seja, criar os organismos que vão fazer essa gestão do Plano e o principal deles é o Conselho Municipal da Leitura e do Livro. Hoje, fizemos a divulgação do início dos trabalhos. Toda a iniciativa vai ser da Funcart”, explicou ao lembrar que o Conselho será composto de cinco representantes da Prefeitura e cinco representantes da população.

A diretora do Instituto de Desenvolvimento da Educação (IDE), Evânia Oliveira, lembrou que mais de 50% da rede municipal e estadual já possui bibliotecas, mas reforçou que ainda é necessário avançar tanto na quantidade, quanto na qualidade, com o Plano já em vigor.

  

“Ainda não está ideal, mas é melhor que ontem. Precisamos avançar. O IDE está lançando a rede de bibliotecas potiguares, que é uma plataforma que vai reunir todas as bibliotecas do Rio Grande do Norte para podermos fortalecer as políticas públicas dessas bibliotecas. Mais de 50% da rede municipal e estadual tem bibliotecas, mas temos certeza de que vamos avançar, a partir de agora, ainda mais”, disse.

 

Câmara de Natal dará atenção especial a plano de combate a violência sexual contra crianças e adolescentes

A Câmara Municipal de Natal (CMN) realizou uma audiência pública para discutir os desafios e estratégias de enfrentamento à violência sexual contra crianças e adolescentes. A iniciativa foi do mandato da vereadora Natália Bonavides (PT).

Entre os encaminhamentos, a parlamentar destacou que o gabinete vai se empenhar em dar celeridade a demanda legislativa do Plano de Enfrentamento à Violência Sexual Contra a Criança e o Adolescente. Ela explicou que a audiência foi motivada pelo caso da menina Yasmin Lorena, em abril desse ano.

“Essa audiência para debater a violência sexual contra crianças e adolescentes foi um encaminhamento no contexto com a criança Yasmin. Os desafios são imensos, as estruturas são escassas, faltam profissionais, mas nós conseguimos tirar um encaminhamento com um grupo de trabalho com as entidades presentes para colocarmos para frente algumas demandas do Legislativo, que estão pendentes, como o Plano de Enfrentamento”, adiantou.

A coordenadora do Comitê Estadual de Enfrentamento à Violência Sexual Contra Jovens e Adolescentes, Ildete Mendes, destacou a importância de se debater a questão do gênero entre os jovens e os adolescentes para que eles possam conhecer os respectivos corpos e para que possam saber impor os limites.

  

“Precisamos dialogar sobre a questão de gênero para minimizar essa violência, em meio a uma sociedade machista. Trabalhar gênero é uma questão de respeito, autoestima, autonomia do corpo e poder de decisão. A gente vê a necessidade de se trabalhar a questão de gênero, do conhecimento dos direitos sexuais da criança e do adolescente, porque eles não são assexuados, para que eles possam conhecer o próprio corpo, para pensar na questão do toque para saber que as pessoas não podem tocar em seu corpo. E é preciso ouvir a criança e ouvir o adolescente”, pontuou.

Como analisou a vereadora Natália, as estruturas são precárias e essa precarização também atinge a Polícia Civil. No Rio Grande do Norte há apenas uma Delegacia Especializada da Criança e do Adolescente (DCA). Contudo, os policiais têm somado esforços para garantir as investigações. Em 2017, foram registrados 656 boletins de ocorrências, sendo 120 deles na própria DCA e 166  por meio eletrônico e 92 em outras delegacias. Em 2017, foram registradas 268 denúncias, em que apenas uma delas foi feita na DCA e as demais por meio de outros órgãos.

“A Delegacia Especializada da Criança e do Adolescente tem atribuição nos casos de abuso sexual e maus tratos. Ela também tem abrangência estadual, mas, por delegação, a gente está passando alguns casos para a delegacia municipal pela falta de efetivo da própria delegacia. Seria impossível darmos conta de toda a demanda, diante dos registros e denúncias que aumentam a cada momento. Para denunciar, a gente incentiva pelo Disque 100, anonimamente, ou na própria delegacia para já iniciarmos as tratativas”, explicou.

  

TV Câmara Natal ajudará em projeto de estímulo à adoção de crianças

A TV Câmara passará a veicular as imagens do programa de estímulo à adoção criado pelo Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN). A confirmação partiu após reunião entre o presidente da Câmara Municipal de Natal, vereador Raniere Barbosa, e a corregedora Geral de Justiça, desembargadora Zeneide Bezerra, na tarde desta terça-feira (5).

A desembargadora justificou a importância da divulgação do projeto, batizado como Eu Existo, diante do grande número de pessoas interessadas em adotar que, mesmo assim, não adota. O Rio Grande do Norte possui 492 famílias cadastradas para adotar e 41 crianças aptas a serem adotadas. Contudo, a fila não é zerada. Diante desse cenário, o TJRN decidiu criar uma campanha visual para dar visibilidade às crianças e fazer com que elas tenham um lar.

“O nome do projeto é Eu Existo e a finalidade dele é trazer o rosto dos nossos meninos para que as pessoas mudem o perfil de querer adotar. Se quer adotar, tem que ser com amor. Não por aquelas características específicas. As pessoas precisam se sensibilizar. Nesse primeiro vídeo temos oito meninos e meninas dizendo uma única coisa: que querem uma família, que querem amor. Temos que incentivas as pessoas a adotar pelo coração”, disse.

O presidente da Câmara, Raniere Barbosa, garantiu o apoio e a reprodução dos vídeos na TV Câmara. Ele lembrou que a Câmara cumpre com seu papel institucional se ser a casa do povo e de trabalhar em prol da sociedade.

“Além de nobre, é uma quebra de paradigma. A desembargadora traz esse programa que será veiculado na TV Câmara para despertar na sociedade o desejo de adoção. Temos 492 famílias interessadas em adotar e 41 crianças para adotar que não são adotadas. Um universo de 10% que não são adotadas. A adoção tem que ser de coração: por amor e de amor. Adoção é se doar e conquistar”, disse.

A mídia com o vídeo da campanha com as oito primeiras crianças foi entregue durante a reunião e será veiculada já nos próximos dias.

Câmara de Natal promove debate sobre atenção às famílias de crianças com microcefalia

A Frente Parlamentar de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência da Câmara Municipal de Natal realizou um encontro na tarde desta terça-feira (5) para discutir a atenção às crianças com microcefalia e as respectivas famílias.

A cidade de Natal possui 28 crianças com microcefalia registradas e, desde 2017, o Estado não registra novos casos. Contudo, se faz necessário garantir o acolhimento às famílias para que elas tenham acessibilidade aos serviços básicos como saúde e educação e que as crianças tenham possibilidade de ter um desenvolvimento.

A coordenadora da Frente, vereadora Júlia Arruda, destacou a importância dos debates porque as crianças ainda precisam de mais atenção. “A Comissão mais uma vez abre espaço para debater esse tema tão importante que são os serviços a essa parcela da população, que é uma geração das mães que foram infectadas, em 2015, com o Zika vírus e que hoje precisam de atenção. Hoje tivemos a oportunidade de dialogar com todos. Foi importante para abrir esse diálogo com essas mães de crianças que precisam de um atendimento personalizado e de uma atenção especial”, destacou.

A coordenadora do Núcleo de Apoio a Estratégia de Saúde da Família (Nasf), Maria do Carmo, explicou que, mesmo com as dificuldades, o órgão tem mantido o atendimento às crianças e o apoio às mães. “O Nasf dá sustentação aos grupos já existentes que são as ações de promoção que vão além de atender as crianças, precisamos também dar apoio a essas mães e ainda identificar as necessidades delas como cidadãs. Nós temos a assistência, que é o atendimento direto, e temos cinco categorias de profissionais, como psicólogos e fisioterapeutas, necessários e essenciais para acolher essas famílias”, disse.

A  chefe do Núcleo de Saúde da Criança, Isabel Lima, explicou que o órgão tem dado atenção a todas as 28 crianças com microcefalia confirmadas em Natal em todas as suas fases de acolhimento. “Desde o início de 2017 que não há casos novos então nossa atenção está voltada para acolher essas famílias e crianças. A nossa preocupação são as crianças que estão na faixa de 2 e 3 anos. Essas crianças precisam de um olhar especial. Nesse sentido, estamos ampliando os serviços por meio de convênios por meio da Heitor Carrilho, que passa a ser referência porta aberta para essas crianças”, explicou.

 

Refrigerantes e embutidos podem ser proibidos nas escolas e creches de Natal

A Comissão de Saúde da Câmara Municipal de Natal se reuniu na tarde desta segunda-feira (4) e aprovou três projetos de lei. Entre eles, um de autoria da vereadora Carla Dickson (PROS) que proíbe a distribuição de alimentos embutidos e de refrigerantes nas escolas e creches da rede municipal de ensino.

A vereadora disse que o principal objetivo do projeto é garantir uma alimentação saudável para os alunos da rede pública, garantindo mais saúde e mais conscientização entre as crianças. Ela lembrou que estudos já mostram que esses tipos de alimentos podem desencadear acidentes vasculares cerebrais (AVCs), infarto e até câncer.

“O refrigerante não é nem mais considerado um alimento, é uma substância altamente cancerígena, que altera o PH do nosso sangue, o que leva ao processo inflamatório e à acidificação do sangue. A gente sabe que doenças inflamatórias, o câncer e as placas que levam ao infarto e aos AVCs tem um cunho inflamatório e com base na alteração do PH. O que queremos é oferecer uma alimentação mais saudável e mais saúde para as nossas crianças”, destacou.

Ainda durante a reunião da Comissão, em que estiveram presentes os vereadores Cícero Martins (PSL), Fernando Lucena (PT) e Preto Aquino (PATRI), foram aprovados os projetos de lei que instituem a Semana Municipal de Prevenção ao Câncer de Garganta e o projeto Remédio Perto. Todas as matérias ainda tramitarão nas demais comissões antes de serem encaminhadas à apreciação do Plenário da Casa.

O vereador Fernando Lucena, presidente da Comissão de Saúde, destacou o trabalho que os vereadores que integram o grupo de trabalho vêm realizando para manter a pauta zerada, ou seja, sem pendências de projetos a serem apreciados.

“Hoje, na Comissão, votamos três projetos e deixamos a pauta limpa. Além de visitar as comunidades e as unidades de saúde, também estamos dando conta do nosso papel legislativo”, analisou.

  

Em Mossoró, Karla Veruska participa da abertura do São João mais cultural do Brasil

A cultura também faz parte da plataforma de trabalho que a pré-candidata a deputada federal, Karla Veruska pretende apresentar durante o debate eleitoral, que vai começar no mês de agosto. Para isso, no sábado, 2, a presidente estadual do Avante foi conhecer o Pingo da Mei Dia, em Mossoró, capital do Oeste potiguar.

Acompanhada do esposo e presidente da Câmara Municipal de Natal, vereador Raniere Barbosa e do diretor geral da Fundação José Augusto, Amaury Júnior, a dentista Karla Veruska foi recebida pela prefeita Rosalba Ciarlini e lideranças locais e se integrou a comitiva do governador Robinson Faria.

Conhecido como o São João mais cultural do Brasil, o Mossoró Cidade Junina chega este ano a sua 22ª edição. “A cidade tem orgulho da sua história e vocação natural para a arte e essa aptidão aflora de uma maneira bem especial nessa época do ano, aquecendo a economia e elevando a autoestima do povo mossoroense”, destacou Karla Veruska.

Para Karla Veruska, a cultura popular deve receber um apoio maior, a partir das revisões das leis de incentivo dos governos, através de um debate amplo com o segmento cultural, que está carente de uma voz firme no Congresso Nacional, que possa lutar para viabilizar recursos por meio de emendas, para recuperar equipamentos culturais e construir novos espaços para a manifestação artística e cultural na capital e no interior.

 

Pré-candidata a deputada federal, Karla Veruska, recebe apoios no Seridó

Presidente estadual do Avante, a pré-candidata a deputada federal Karla Veruska vem recebendo apoios importantes para representar o Rio Grande do Norte na Câmara Federal. Cumprindo agenda no Seridó, nesta sexta-feira, 1º, ela recebeu o apoio de Dué Azevedo (MDB), liderança expressiva e presidente da Câmara Municipal de Carnaúba dos Dantas. Outra adesão importante foi a confirmação do apoio da vereadora Romizélia filha de Formiga Preta (DEM), no município de Parelhas.

Acompanhada do presidente da Câmara de Jardim do Seridó, vereador Iron Júnior (Avante), a pré-candidata a deputada federal Karla Veruska visitou também os municípios de Equador e Caicó, neste último, ao lado da suplente de vereadora Edna Santiago, ela prestigiou o Festival Curta Caicó, mostra de curtas metragens que movimentou o cenário cultural da região. “O Seridó é rico na produção cultural, na gastronomia, no bordado e artesanato e na religiosidade. É uma região que precisa de um olhar mais sensível e de recursos da União para movimentar ainda mais a sua economia, a partir dessas potencialidades”, destacou Karla Veruska.

Para a presidente estadual do Avante, os recursos hoje são mal divididos e quem fica com a maior parte da fatia do bolo é o Governo Federal, sobrando para os municípios toda a demanda de serviços. “O Brasil já avançou muito em programas compactuados, entre o Governo Federal e as prefeituras, mas precisamos tirar os prefeitos desse sufoco, onde hoje os gestores são praticamente meros administradores de folhas de pagamentos. Vou lutar por um novo pacto federativo”, defendeu Karla Veruska, considerando positiva a agenda no Seridó potiguar.

  

Em Mossoró, Governador vistoria obras do Tarcísio Maia e Hospital da Mulher

A segunda maior cidade do RN e capital do Oeste potiguar, Mossoró, está ganhando duas grandes obras na área da saúde, executadas pelo Governo do Estado. Neste sábado (02), o governador Robinson Faria vistoriou os serviços de ampliação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Regional Tarcísio Maia e as obras do Hospital da Mulher.

No Tarcísio Maia, o investimento do Governo do Estado é de quase R$ 2,5 milhões na implantação de 20 novos leitos de UTI. A estrutura física está com 30% dos serviços executados e a previsão de entrega é para outubro deste ano.

“Essa obra beneficia não apenas aos mossoroenses, mas também cerca de 60 municípios da região. Após a entrega de um novo tomógrafo no ano passado para o hospital, continuamos os investimentos por entender que esta é a maior unidade pública de urgência e emergência da região Oeste”, destacou Robinson Faria.

De acordo com o secretário de saúde do RN, Pedro Cavalcanti, “os equipamentos e mobiliário já foram licitados e devem ser entregues em até 45 dias”.

 

Hospital da Mulher

Ainda em Mossoró, Robinson Faria acompanhou as obras do Hospital da Mulher, o maior investimento realizado por um governo na área da Saúde no RN. O serviço está na fase de terraplanagem, com 7% do total executado. O projeto está sendo realizado através do programa Governo Cidadão, por meio de empréstimo com o Banco Mundial.

“Estamos investindo quase R$ 100 milhões em uma unidade de saúde que atenderá cerca de 20 mil pessoas por ano, de mais de 60 municípios. É uma importante conquista para Mossoró e Rio Grande do Norte e fico feliz em fazer parte dessa história”, disse o governador.

O Hospital da Mulher será referência no atendimento feminino na região Oeste. A unidade terá maternidade, banco de leite, salas cirúrgicas e espaço dedicado ao atendimento às mulheres vítimas de violência. Ao todo, serão 118 leitos.

“Será uma unidade com conceito humanizado, equipamentos modernos e tecnologia de última geração. O hospital é fundamental para atender a demanda da região e evitar a sobrecarga nas unidades de Natal”, ressaltou o coordenador do programa Governo Cidadão, Vagner Araújo.

Fotos: Demis Roussos 

Segurança Pública do RN terá reforço de R$ 100 milhões

A Segurança Pública, setor no qual o Governo do RN vem unindo esforços constantemente para aumentar a qualidade dos serviços, deverá receber o montante de R$ 100 milhões para investimentos a curto prazo. A garantia veio após solicitação do secretário extraordinário de Gestão de Projetos do RN, Vagner Araújo, e do deputado federal Fábio Faria, durante uma audiência na tarde desta quarta-feira (30) com o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, em Brasília. A audiência foi viabilizada pelo parlamentar e a verba já estava garantida para reforçar o setor.

Para o governador Robinson Faria, “a notícia é fruto do trabalho do Estado que vem mantendo o diálogo com o Governo Federal para mudar o cenário delicado que se vê hoje no Rio Grande do Norte, e vem como um estímulo para que o governo estadual persiga a meta de oferecer sempre melhorias na Segurança Pública.

O secretário Vagner Araújo explicou que os recursos serão liberados fundo a fundo, uma forma mais rápida de chegar ao Rio Grande do Norte, de acordo com uma nova legislação que está sendo implantada. “Este auxílio, somado às ações que o Governo do Estado vem fazendo, vai permitir uma reestruturação geral das forças de segurança estadual para que possamos ampliar a capacidade operacional, as condições de trabalho dos policiais e o combate à violência”, disse.

Segundo o deputado Fábio Faria, o ministro se comprometeu a atender às reivindicações e garantiu o repasse até o fim de junho: ”O que já havíamos conseguido através do Ministério da Justiça, agora será feito através do Ministério da Segurança, e será essencial para auxiliar o estado a adquirir mais viaturas, armamentos, coletes, e investir na infraestrutura das polícias e do trabalho de inteligência em todo o estado”, ressalta Faria.

Investimentos ultrapassam o estipulado pela Constituição Federal 

A crise nacional pela qual passa a Segurança Pública atinge o Rio Grande do Norte de forma mais acentuada, dada a ausência de investimentos de décadas passadas. Para superar essa lacuna, o Governo do RN tem priorizado a valorização do profissional da área. Somente nesta gestão, cerca de R$ 2 milhões foram empregados em cursos para capacitação de centenas de agentes de segurança pública. Quatro reajustes do subsídio para os militares estaduais e outros quatro à Polícia Civil já foram concedidos. Mais de7 mil militares receberam promoção em suas carreiras, desde 2015; a demanda de promoções estava reprimida há 20 anos.

O Governo do RN investe em Segurança mais do que manda a Constituição Federal (9,5% da receita do Estado). Em 2017, por exemplo, o valor investido ultrapassou os 15%. Somando os valores investidos somente pelo programa Governo Cidadão, do Banco Mundial, o montante chega a quase R$ 65 milhões.

A Segurança Pública avançou em tecnologia: o sistema de rádio do CIOSP agora é digitalizado e criptografado, o que não permite invasões no sistema, tanto em Mossoró quanto em Natal.

Sistema prisional tem avanços significativos

No tocante ao sistema penitenciário, as melhorias vão desde a gestão da área até a modernização dos equipamentos prisionais. A Penitenciária Estadual de Alcaçuz foi reconstruída com uma verba de aproximadamente R$ 3 milhões, após ser totalmente destruída em uma rebelião no início de 2017. Hoje, o modelo seguido na unidade é destaque na imprensa nacional. O Governo elaborou e pôs em prática um plano diretor para o setor, com ações a curto, médio e longo prazo. E as obras no presídio de Ceará Mirim já estão quase concluídas, com um investimento de R$ 20 milhões para abrir 603 novas vagas.

Reforço chegou ao interior

Em 2017 foram mais de R$ 15 milhões investidos na compra de quase 200 novos veículos e na renovação da locação de mais 247. O Programa Ronda Cidadã foi implantado nas zonas Leste e Oeste de Natal e em Mossoró, com resultados expressivos de redução de Crimes Violentos Contra o Patrimônio (CVP) e de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI), em Mossoró.

Areia Branca, Assu, Itajá, Carnaubais, Areia Branca, Grossos, Tibau, Fernando Pedrosa, Pau dos Ferros e Caicó foram algumas das cidades que receberam novas viaturas com giroflex e/ou sistemas de comunicação, para assegurar melhorias na segurança.