Categoria: POLITICANDO

Mercado municipal de São Gonçalo ganha novas instalações após reforma

A Central de Comercialização e Apoio ao Pequeno Produtor Maria Basílio Nascimento de Lima (Dona Bibi), também conhecido como Novo Mercado, inaugurado em 2012, é um espaço amplo que funciona diariamente das 6h até às 14h, horário que irá se estender com a chegada de novos serviços, como é o caso do RN Card, empresa especializada em cartões de passagens eletrônicas para transporte público intermunicipal.

O mercado agora conta também com nova iluminação e novo suporte para limpeza do local. As obras prometem dar mais visibilidade ao espaço, que conta com 41 boxes e 36 comerciantes cadastrados.

  

Atualmente, o espaço conta com serviços de açougue, costura, hortifruti, restaurantes, espaço para ervas e artesanato. A expectativa é que, logo após a reforma, o artesanato religioso também ganhe espaço no local. Além disso, um box está reservado para oferta de cursos de qualificação (que serão fornecidos pela prefeitura) para melhorar o atendimento aos clientes. O mercado também disponibiliza um grande espaço para estacionamento de veículos.

Prefeitura de São Gonçalo do Amarante realiza abertura das Olimpíadas Escolares 2018

Na tarde desta sexta-feira (24), a Prefeitura de São Gonçalo do Amarante, por meio das Secretarias Municipais de Juventude, Esporte e Lazer e Educação, realizou a abertura das Olimpíadas Escolares 2018. Com 31 escolas inscritas e 10 modalidades, as competições começarão na próxima segunda-feira (27) e se estenderão até a sexta-feira(31).

Durante a abertura, a pira olímpica foi acesa e as escolas que irão disputar a competição, apresentaram seus atletas. A entrega da premiação às escolas vencedoras acontece no dia três de setembro.

O Evento contou com a participação de várias escolas das redes municipal, estadual e privada de ensino do município.

 

Reunião na Câmara de São Gonçalo discute reabertura de agência do Banco do Brasil

Nesta segunda-feira (20) os vereadores da Câmara Municipal de São Gonçalo do Amarante (CMSGA) participaram de reunião com o Gerente de Negócios do Banco do Brasil (BB), Weiber Basílio Medeiros, para tratar da reabertura da Agência do BB no Centro de São Gonçalo. A reunião também contou com a presença do secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Fernando Fernandes, e do Presidente da Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) de SGA, Elias Macêdo, além de empresários do município.

De acordo com Basílio Medeiros o projeto de construção e reabertura da Agência do Centro de São Gonçalo – fechada desde maio quando foi explodida por criminosos – já foi aprovado e espera a fase de licitação para que seja dado início as obras.

Outro importante comunicado feito pelos representantes do Banco é que a partir de 31 de agosto a agência da Avenida Bacharel Tomaz Landim, no Gancho de Igapó, encerrará as atividades para desapropriação do prédio, por desocupação; cumprindo decisão da Justiça Federal. Assim, os correntistas de São Gonçalo devem buscar atendimento em outras agências do banco.

Fotos: João Fernando Costa

Prefeitura Municipal de São Gonçalo realiza Festival de Folclore nesta quarta-feira (22)

Em comemoração ao dia do Folclore Brasileiro, a Prefeitura de São Gonçalo do Amarante/RN, município berço da cultura popular do Rio Grande do Norte, por meio da Fundação Cultural Dona Militana, realiza a 5ª edição do Festival de Folclore,  nesta quarta-feira (21).

Este ano, o evento faz  uma homenagem  a um dos grandes nomes da cultura são-gonçalense, a escritora, historiadora e produtora cultural Ivani Machado, que também era presidente de grupo parafolclórico.

A programação tem início a partir das 14h, no patamar da Igreja Matriz, no Centro da cidade, com a feira municipal Dona Neném Felipe e apresentação do Projeto Folguedinhos. A partir das 14h30, acontecem oficinas de danças folclóricas, de artesanato em barro, de percussão com materiais recicláveis, além de roda de conversa sobre o folclore.

Às 18h, acontece a abertura solene do festival, com missa celebrada pelo pároco de São Gonçalo, padre Valberto Messias. Na sequência, apresentação de grupos folclóricos da cidade e de outros municípios do estado.

Robinson e Tião inauguram comitê hoje (22) em Mossoró

Os candidatos da Coligação Trabalho e Superação a governador e vice, Robinson Faria (PSD) e Tião Couto (PR), respectivamente, inauguram nesta quarta-feira (22) um ponto estratégico para consolidar a campanha em Mossoró, no Oeste e regiões próximas. A Casa 55, como é chamado o comitê da coligação, vai reunir aliados, correligionários e lideranças políticas.

A ideia é que o espaço sirva para mobilizar e esclarecer aos eleitores da região as propostas de plano de governo de Robinson e Tião. A solenidade da abertura da Casa 55 está programada para as 19h30. O espaço fica situado à rua Ferreira Itajubá, 770, no bairro Abolição I, em Mossoró. A Casa 55 vai funcionar onde era a antiga residência da ex-prefeita de Mossoró, Fafá Rosado, nas proximidades do Sesc Mossoró.

“A Casa 55 representa o momento em que o futuro governador se aproxima de Mossoró e mostra o que foi feito pela cidade, o que foi omitido pela oposição. É importante ter a casa 55, um local onde as nossas lideranças e os nossos operadores estarão permanentemente de portas abertas para receber, esclarecer os nossos leitores e também para preparar as nossas equipes de rua a dizer a verdade ao eleitor”, diz o Tião Couto, que é de Mossoró.

Para a solenidade de inauguração, estão sendo esperadas caravanas de cidades da região, como Areia Branca, Baraúna e Tibau, além de lideranças da coligação em Mossoró. A expectativa é que, ao menos, mil pessoas participem da estreia da Casa 55 na Capital do Oeste.

Governo paga amanhã (17) o décimo da faixa de R$ 3 a 4 mil e atinge 75% do total

O Governo do Estado paga nesta sexta-feira (17) o décimo-terceiro de 2017 para quem recebe entre R$ 3 mil e R$ 4 mil, atingindo o número de 84 mil servidores ativos e inativos com décimo pago, equivalente a 75% do total de 111 mil servidores.

Com o pagamento de amanhã, 81% dos policiais militares do RN terão recebido o décimo. Os salários estão 100% em dia e sobre os 25% restantes do décimo, para salários acima de R$ 4 mil, o Governo informa que segue acompanhando as receitas, para anunciar em breve a finalização do pagamento.

No último dia 10 de julho receberam antecipação de 40% do décimo terceiro de 2018 os servidores da Educação e dos órgãos da Administração Indireta com arrecadação própria.

Prefeito e vereador de Caicó são presos em operação do Ministério Público do RN

Uma operação do Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) prendeu nesta terça-feira (14) o prefeito de Caicó, um vereador da cidade e ainda um lobista suspeitos de corrupção ativa e passiva, associação criminosa, tráfico de influência, lavagem de dinheiro e dispensa indevida de licitação. A operação Tubérculo cumpriu três mandados de prisão, e outros seis mandados de busca e apreensão na cidade seridoense e em Natal. Além de presos preventivamente, o prefeito Robson de Araújo (PSDB) e o vereador Raimundo Inácio Filho (MDB) foram afastados dos cargos. O lobista Edvaldo Pessoa de Farias teve prisão temporária decretada.

A operação Tubérculo é desdobramento das operações Cidade Luz e Blackout. Ao todo, 12 promotores de Justiça, 22 servidores do MPRN e 28 policiais militares participaram da operação Tubérculo. Os gabinetes do prefeito e do vereador foram alvos dos mandados de busca e apreensão.

Via G1 RN.

Carajás chega a São Gonçalo gerando mais de 500 empregos

Na manhã desta terça-feira (07), foi realizada solenidade de apresentação da Home Center Carajás instalada no bairro Jardim Lola, em São Gonçalo do Amarante, onde, aproximadamente, 500 empregos diretos e indiretos foram gerados. O prefeito Paulo Emídio (Paulinho), empresários e demais autoridades participaram do evento.

A Carajás Home Center é uma loja especializada em materiais de construção, eletrodomésticos e móveis, detendo a 10ª maior marca do setor no Brasil, segundo a Associação Nacional dos Comerciantes de Material de Construção (Anamaco).

“É visível o crescimento de São Gonçalo. Uma empresa como essa, escolher nossa cidade para se instalar, só prova que estamos no caminho certo. Os nossos investimentos em infraestrutura e qualificação profissional, e, claro, a nossa política de atração de empresas estão conquistando mais empresas como a essa, que vêem a nossa cidade como um grande potencial”, disse Paulinho.

O Presidente do grupo Carajás, Álvaro Mendonça, agradeceu o apoio e atenção dada pela equipe da prefeitura e do prefeito: “Agradeço muito ao prefeito de São Gonçalo pelo apoio que tem nos dado muito antes da loja chegar aqui na cidade”, disse.

 

A partir desta quarta-feira, a loja já estará aberta ao público, que poderá conferir os mais de 60 mil itens disponíveis, em uma área total de 10.500m².

Fotos: Isaias Carlos

Fafá Rosado reforça palanque de Robinson em Mossoró

O projeto político do governador Robinson Faria (PSD), candidato a reeleição, ganha mais um apoio em Mossoró, desta vez da ex-prefeita Fafá Rosado e do esposo Leonardo Nogueira, ex-deputado estadual. A ex-prefeita confirmou que seus familiares foram cruciais para a decisão de não participar, como candidata, das eleições deste ano. Porém não ficará longe da política.

“Vou apoiar Robinson e Tião. E na conversa que tivemos com eles em natal, ficou acertado que vamos ficar á frente da campanha deles em Mossoró”, afirmou a ex-prefeita ao blog Edilson Damasceno.

“Nosso projeto ganha cada vez mais apoios importantes em todo o estado. Agora, eu e Tião recebemos o apoio da ex-prefeita de Mossoró, Fafa Rosado, e do seu marido, o ex-deputado estadual Leonardo Nogueira. Agradecemos a confiança e o reconhecimento do nosso trabalho,” frisou o Governador Robinson Faria.

 

Corte no orçamento ameaça pós-graduação nas universidades públicas

A manutenção de 1.605 estudantes de pós-graduação nas universidades públicas do Rio Grande do Norte custa R$ 34,8 milhões por ano, no pagamento de bolsas de estudos, mas estes recursos podem deixar de vir caso o Projeto de Lei Orçamentária (Ploa) de 2019 seja mantido. Se o governo federal, via Ministério da Educação, não garantir mais recursos, toda a pesquisa e formação de mestres e doutores vai parar em agosto do próximo ano.

O pró-reitor de Pós-graduação da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Rubens Maribondo, disse que a Capes – Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior – emitiu uma nota oficial informando que as despesas do Ministério da Educação, que este ano serão de R$ 23,6 bilhões, passarão para R$ 20,8 bilhões em 2019. “Desta forma só haverá recurso até agosto e depois para tudo. Quem vai sofrer não serão apenas os estudantes e professores, e sim toda a sociedade, porque toda a pesquisa científica ficará inviabilizada”, enfatiza Maribondo.

Hoje, a UFRN tem 6 mil estudantes de pós-graduação, dos quais 1.605 fazem cursos de mestrado ou doutorado com uma bolsa. Caso o corte nas despesas seja mantido, 891 estudantes de mestrado ficarão sem o recurso, que hoje paga R$ 1,5 mil por estudante. No caso do doutorado, são 714 estudantes e o valor da bolsa é de R$ 2,2 mil. Por ano, os bolsistas de mestrado custam pouco mais de R$ 16 milhões e os de doutorado R$ 18, 8 milhões.

A possível falta de recursos para manter o pagamento das bolsas de estudos não afeta apenas a UFRN. O problema também atingirá os estudantes de pós-graduação da Universidade Federal Rural do Semiárido (Ufersa), que tem 110 estudantes com bolsa de mestrado e 70 com doutorado. Já na Universidade do Estado do Rio Grande do Norte são 84 bolsas de mestrado e 5 de doutorado. No caso do Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN), que começou a pós-graduação recentemente, 4 alunos poderão perder a bolsa de estudos de mestrado em agosto do próximo ano.

Para Rubens Maribondo, o governo federal está dando um duro golpe no ensino público superior do país, principalmente porque o corte destes recursos vai retirar estes alunos das salas de aula, pois eles terão que se inserir no mercado de trabalho. Além disso, todo o investimento que foi feito até o momento será perdido e não terá retorno. No caso do Rio Grande do Norte, todas as áreas de pesquisas científicas serão atingidas.

Na década de 1990, o ensino público federal do Brasil agonizou ao ponto de uma parte significativa do setor político chegar a pensar em privatizar o ensino superior. No Rio Grande do Norte, 1996 foi um ano para ser esquecido e por um motivo: o corte foi tão severo que a UFRN não conseguiu formar um doutor sequer. “Esse corte também inviabiliza o sustento de muitas famílias. Há também alunos de outros Estados, como também há potiguares espalhados pelo país e em universidades no exterior. O impacto será devastador”, lamenta Rubens Maribondo, que prefere crer que o governo reveja essa política.

Produção de mestres e doutores no RN está em ascensão desde 2014

A formação de mestres e doutores pode ficar zerada em dois anos, caso o governo não reponha os recursos retirados da educação de ensino superior. Outro dado curioso é que o governo federal – com esta medida – vai interromper uma série em ascensão que o estado Rio Grande do Norte está passando. De acordo com os dados do Centro de Gestão de Estudos Estratégicos do Ministério da Ciência e Tecnologia, o número de mestres e doutores vem aumentando todos os anos, com uma disparada de 2014 para cá.

Em 2014, por exemplo, a UFRN formou 940 mestres e 321 doutores. Em 2015, foram 990 mestres e 359 doutores. Já em 2016, número de mestres saltou para 1.130 e o de doutores para 367. Em 2017, houve uma ligeira queda com o número de mestres ficando em 1.019 e o de doutores em 360. Este ano, o número deve permanecer estável, mas partir de 2019 – com os cortes de recursos – as possibilidades de queda acentuada se fortalecem. O Pró-reitor de Pós-graduação da UFRN, Rubens Maribondo, diz ainda que o Estado hoje está entre os melhores formadores de mestres e doutores do país.

Por todo o Brasil, números divulgados pela Capes sinalizam que 93 mil estudantes de mestrado, doutorado e pós-doutorado perderão suas bolsas no próximo ano. Quando a análise é direcionada para o Programa Nacional de Professores da Educação Básica, 105 mil estudantes ficarão sem os recursos. Outro ponto negativo desta realidade está ligado a Universidade Aberta do Brasil (UAB), que terá seu funcionamento interrompido, com o corte nos pagamentos de 250 mil bolsistas, entre alunos, professores, tutores, assistentes e coordenadores.

Via AGORA RN