São Gonçalo se torna a primeira cidade do estado a ter duas bases fixas do SAMU

Na manhã da última segunda-feira (23), a Prefeitura de São Gonçalo entregou mais uma base do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) à população. Com isso, a cidade conta agora com duas bases do SAMU, tornando-se a primeira do Rio Grande do Norte a possuir duas unidades do serviço pré-hospitalar. O novo espaço fica localizado na comunidade de Maçaranduba.

A base fixa, que conta com sala climatizada e todo suporte necessário para os profissionais, também irá abrigar uma nova ambulância do SAMU, entregue pelo Governo do Estado durante a cerimônia de inauguração do espaço. O prefeito Paulo Emídio (Paulinho) enfatizou a importância da unidade para os são-gonçalenses. “Essa obra é de grande valia para o nosso município. O SAMU é um serviço de extrema importância para os moradores. Sua atividade pode evitar que vidas sejam ceifadas graças a agilidade e competência de seus profissionais”, afirma Paulinho.

A solenidade de entrega contou com a presença do Secretário Estadual de Saúde, Pedro de Oliveira Cavalcanti Filho. “O SAMU é um serviço necessário e que chega pra somar. Ele comprova o avanço de São Gonçalo e mostra que a cidade está no caminho certo”.

A base dará mais agilidade aos atendimentos de urgência na região e para solicitar o serviço o procedimento é o mesmo já adotado em todo o país: é necessário ligar para o 192 e seguir com o protocolo padrão para identificação da emergência e coleta de informações sobre as vítimas e sua localização.

O Ministério da Saúde elenca os casos em que o SAMU deve ser acionado. Confira:

  • Na ocorrência de problemas cardiorrespiratórios;
  • Intoxicação exógena e envenenamento;
  • Queimaduras graves;
  • Na ocorrência de maus tratos;
  • Trabalhos de parto em que haja risco de morte da mãe ou do feto;
  • Em tentativas de suicídio;
  • Crises hipertensivas e dores no peito de aparecimento súbito;
  • Quando houver acidentes/traumas com vítimas;
  • Afogamentos;
  • Choque elétrico;
  • Acidentes com produtos perigosos;
  • Suspeita de Infarto ou AVC (alteração súbita na fala, perda de força em um lado do corpo e desvio da comissura labial são os sintomas mais comuns);
  • Agressão por arma de fogo ou arma branca;
  • Soterramento, Desabamento;
  • Crises Convulsivas;
  • Transferência inter-hospitalar de doentes graves;
  • Outras situações consideradas de urgência ou emergência, com risco de morte, sequela ou sofrimento intenso.

Leave a Comment

3 + 15 =