Tag: camara cascudo

“Agosto de Cascudo” ocupa espaços culturais de Natal neste mês

Para homenagear os 120 anos do nascimento do folclorista Luís da Câmara Cascudo, o Governo do Estado, por meio da Fundação José Augusto lançou no dia 1º de agosto, a programação intitulada “Agosto de Cascudo”, que segue até o fim do mês com eventos em vários espaços culturais de Natal.

O lançamento do III Salão Dorian Gray de Arte Potiguar no Museu Café Filho, que segue aberto para visitação, até o dia 31 de agosto, foi o marco zero da programação, que inclui exposições de artes plásticas, espetáculos de dança, teatro e música e ainda, apresentações de grupos folclóricos do Rio Grande do Norte. O Instituto Câmara Cascudo- Ludovicus é parceiro de toda a programação.

Um dos pontos altos da programação do “Agosto de Cascudo” está reservado para o próximo dia 29, quando acontece o I Seminário de Bibliotecas Públicas do RN, na Biblioteca Estadual Câmara Cascudo, que será reaberta pelo Governo do Estado, totalmente reformada, depois de seis anos fechada. O investimento do governo foi de R$ 2,5 milhões na restauração e reforma da mais importante biblioteca pública do estado.

Para Amaury Júnior, diretor geral da Fundação José Augusto, a Biblioteca Estadual Câmara Cascudo vai reunir em um só lugar cultura, literatura, arte visuais, leitura e diversas linguagens. “ A nova biblioteca contará com acervo digital, acesso à internet, salas de estudo, literatura infantil, auditório, café, lanchonete e ilha de edição, que servirá para finalização e montagem de vídeos nas dependências do prédio”, adiantou Amaury.

Historiador, antropólogo, advogado e jornalista, Luís da Câmara Cascudo, nasceu em Natal, no dia 30 de dezembro de 1898. Publicou seu primeiro livro aos 23 anos, intitulado Alma Patrícia (1921), um estudo crítico e biobibliográfico de 18 escritores e poetas norte-rio-grandenses ou radicados no estado. Cascudo foi um dos mais importantes pesquisadores das raízes étnicas do Brasil.

Confira a programação:

http://www.adcon.rn.gov.br/ACERVO/secretaria_extraordinaria_de_cultura/DOC/DOC000000000184279.PDF

Fonte: FJA