Violoncelista do casamento real ganha dois prêmios de música clássica

Kanneh-Mason foi o primeiro negro a ser escolhido o Músico Jovem do Ano pela BBC, em 2016, e agora ganhou na categoria Artista Masculino do ano, além do prêmio da Crítica, nesta quarta-feira. O evento celebra a música clássica no teatro, cinema, televisão e videogames.

O violoncelista chamou a atenção do principe Harry ao se apresentar num evento de caridade, em junho do ano passado, em Londres. Convidado para tocar no casamento real, acabou alcançando fama global na cerimônia em Windsor, na qual apresentou, acompanhado por uma orquestra, “Ave Maria”, de Franz Schubert; “Apres un Reve”, de Gabriel Faure; e “Sicilienne”, de Maria Theresia von Paradis.

Também na cerimônia do “Classic British Record Industry Trust” (BRIT, na sigla em inglês), a soprano americana Renee Fleming ganhou prêmio de Arista Feminina do Ano, enquanto os cantores Michael Ball e Alfi Boe foram escolhidos o Grupo do Ano.

A veterana cantora britânica Vera Lynn, que se apresentava para tropas britânicas durante a Segunda Guerra, foi homenageada com um prêmio honorário pela conjunto de sua obra. O tenor italiano Andrea Bocelli ganhou o prêmio de Ícone Clássico.

Confira uma das performances de Sheku Kanneh disponíveis em seu canal no YouTube:

 

Por REUTERS para O GLOBO

Leave a Comment

quatro × 1 =